Meu Perfil
BRASIL, Mulher



Histórico


Outros sites
 Luluzinha.com
 Chiquitim Dandô
 Linux
 Organização FENIX
 Saber fazer está na moda
 Gravuras
 Guia Textil
 Costura Perfeita
 Cores - Verão 2007/2008
 300 de de história do Tecido
 Museu do Sapato
 Moda revenda
 Moda V.xame
 La Reina Madre - Bolsas
 Elisângela Rosa - Modelagem
 Modelagem Industrial brasileira


 
Caderno de Campo



Hoje fiz uma coisa nova.

A Fenix ganhou um vídeo Institucional, talvez seja melhor falar em multi mídia... sei lá. Sei que gravamos depoimentos sobre o nosso fazer no curso de Moda. Aproveitei o momento 'cinematográfico' para fotografar a produção dos aprendizes, e trabalhos em andamento.

Já tivemos 14 encontros. Com o grupo da manhã iniciei a confecção da bolsa em patchwork.


Cortamos as tiras necessária para o trabalho.




Preparamos a combinação das cores e motivos, coisa muito importante, para dar harmonia a peça.





em breve colocarei a as produções....

Escrito por Luciana Bolognini às 21:21
[] [envie esta mensagem] []



RODAS DO TEMPO

Linhas infinitas
Linhas que não se fecham
Linhas que correm rodas

Rodas roliças
Rodas redondas
Rodas que cortam
Oeste a Leste

Linhas em que corre o tempo
Tempo veloz
Rodas velozes

O tempo
Vagarosamente
Minuto a minuto

As rodas
Velozmente
Segundo a segundo

Não há tempo para a espera
O tempo corre nas linhas
Que correm as rodas.


Fazem 1O anos que escrevi este poema... época em que sonhava com a universidade, mas especificamente com a sociologia. Hoje, depois de viver (intensamente) a Escola de Sociologia e Política como estudante e várias experiências como educadora social, volto a rodar nas linhas que cortam de Oeste a Leste. Desta vez vou para o oeste; tenho como destino o município de Barueri, percorro cerca de 35 km, a viagem nas rodas velozes dura 40, 45 minutos, após o embarque na composição no terminal Barra Funda, se nada acontecer pelo caminho em 60, 70 minutos chego na Fenix.


A Organização Fenix é a mentora do projeto 'Saber fazer está na Moda' no qual passei a atuar no final de julho. Desta forma o Caderno de Campo passa a receber informações deste novo fazer, muito parecido com o anterior (CENLEP), mas com a vantagem deste ter maior duração, ao todo 150 h/aulas divididas da seguinte forma: 12 h/a – estamparia – stencil; 56 h/a - estudo de forma, modelagem e adaptação de modelo; 16 h/a bijuteria; 70h/a- bordado, costura e customização.

Continuo com a mesma proposta de educação, que busca não somente a formação técnica, por exemplo a costura, mas sim a formação de um ser que consiga se colocar no mundo como um ser ciente de si e do outro, como parte de um todo. Espero que os encontros sejam um caldeirão de fazer pensar o mundo através de si próprio e a si próprio através do mundo.



Escrito por Luciana Bolognini às 20:54
[] [envie esta mensagem] []



Minha Boneca

Não deu tanto trabalho, porque eu não liguei para ela. Eu fazia no horário do almoço, mas antes de entregá-la na segunda feira, no domingo, dei uns gritos , porque eu não conseguia prender a calcinha do biquíni; furei o dedo, falei umas p...., umas pqp, mas fiquei o dia todo, domingo todo tentando deixá-la bonita. achei que não ficou bom quanto eu esperava, mas deu pra mostrar a idéia de trânsito, que é o meu tema. Tentei arrumar o cabelo dela pra ver se dava um jeitinho, só que ela só tem cabelo ao redor, tem uma cratera na cabeça dela, mas ela é mais bonitinha do que a outra que tem cabelo de ovo.
Até então, eu queria um tecido laranja, não achei, quer dizer achei vários laranjas, menos o que eu queria. Mas foi muito legal, coloquei em prática o que eu não tinha noção de fazer (mexer com agulhas, sempre tive vontade, mas sou muito desastrado; montar roupixas). Foi muito legal mesmo, foi até engraçado. Nos horários de almoço, porque eu almoço em casa, sentavam meu pai e eu. Meu pai almoçando e me olhando, e eu almoçando e “brincando” de boneca. rsrsrsrsrs... (risos)

Jonatas Melo

Escrito por Luciana Bolognini às 09:55
[] [envie esta mensagem] []



Fazendo Roupinha de Boneca

As roupinhas das bonecas começaram a ser pensadas e algumas confeccionadas na quinta, dia 01, haha... menos a minha porque faltei. Até aí, tudo bem, o que os olhos não vêm o coração não sente, eu não tava lá para saber... até que [soube] que todo mundo já estava na minha frente, rsrs.... Então na sexta feira eu ganhei minha boneca, levei para casa sem ter a mínima idéia do que iria fazer para ela.
Segunda como sempre fui para o CENLEP, peguei o busão. Antes mesmo da metade do caminho, um transito infernal, um calor que pelo amor de Deus. O maldito ônibus ficou, sem brincadeira, sem andar uns 30min, tudo por causa de um caminhão (de coleta seletiva... s/c) que tava parado no meio da pista atravessado... só atravessado, sem mais, nem menos, porque nem tombado ele tava.
Enfim, o motorista deu um jeito de passar... mas o que importa, mesmo, é a roupa da boneca. Finalmente cheguei, (...) atrasada na aula. Todo mundo com a boneca já vestida e eu sem nem idéia do que iria fazer, mas pelo menos, o tecido que iria usar já sabia... rsrsrsrs.
Tive a idéia de fazer uma saia godê, (isso uns 20 min depois de pensar muito kkkk), pra fazer a saia recebi a ajuda da Priscila... UFA !! Santa Pri, nessa hora. Vesti a saia na boneca; legal, ficou bem grande e larga, caindo ... coloquei uma pala para ajustar na cintura... então de saia caindo, passou a saia que nunca mais vai sair do corpo da boneca ... kkkkk....
Olhei pra saia e nada tinha a ver com o meu tema ... ai, ai... pensei, então em colocar uam estampa na barra, desenhei a caveira e cortei, mas, o olho da infeliz nuca dava certo. Depois de muitas e muitas tentativas, continuou não dando, mas eu coloquei mesmo assim. A saia ainda tava sem graça, (...) deu a louca. Fiz uns furos na parte de trás da saia, quando terminei vi uma fitinha lilás de cetim, passei nos furos, dei um laço, aí sim , a saia ficou boa.
Mas a boneca não pode ficar pela da cintura para cima. Ainda faltava a blusinha. Decidir fazer de tecido (...) regata. Fiz, quando fui colocar na boneca , tcharam.... não entrou. Tive que tirar a cabeça da bichinha... rsrs. Esse era só o começo, porque achei a blusa sem graça e fui fazer manga bufante (adoooooooro complicar o que já tá feito, neh?).
Daí tirei a cabeça para tira a blusa, (dinovo). Cortei o tecido, costurei a manguinha, fui vestir, nem precisei tirar a cabeça, porque a essa altura do campeonato ela já estava sem cabeça, mesmo. Mas o Braço não escapou, e levanta o braço e tira o braço e encaixa o braço. E com a outra manga foi a mesma coisa, finalmente terminei, coloquei a blusinha, os braços e a cabeça, montei a boneca (dinovo), arrumei o cabelo.
Já no finzinho da aula Suzane achou que eu devia cortar a bota da boneca e fazer um sapato. Lá vai eu cortar a bota... sapato feito, vou colocar no pé da boneca... ficou grande e não segurava no pé. Entõa A suzane ajudou passando uma fita no sapatinho. E finalmente consegui terminar e entregar a boneca, toda lindona, kkkkkkk . Ufa, viu!!!.


Izabela Santos – 10/11/06


Escrito por Luciana Bolognini às 09:41
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]